O presidente do Grupo RBS, Eduardo Sirotsky Melzer, fala sobre a gestão de pessoas e das responsabilidades de um líder

 

Eduardo Sirotsky Melzer – neto mais velho do fundador do Grupo RBS, Maurício Sirotsky Sobrinho – é um amante do exercício de gestão de pessoas, dos negócios e do sucesso. Pelo menos é assim que ele é visto por muita gente. Atualmente, ele é o presidente do Grupo RBS – uma das maiores companhias de comunicação do país, uma empresa que, segundo o próprio Duda Melzer, como também é conhecido, é familiar profissional.

Um apaixonado por pessoas, é como ele se define – alguém que adora buscar não só a própria felicidade, mas também a da equipe de trabalho. E de liderança ele entende. Desde o dia primeiro de janeiro de 2016 – além da presidência-executiva do Grupo RBS, assumida em julho de 2012 – Eduardo Sirotsky Melzer acumula também a função de presidente do Conselho de Administração da companhia, cargo antes ocupado por seu tio, Nelson Sirotsky.

Para o neto mais velho de Maurício Sirotsky Sobrinho, a liderança compreende duas grandezas indispensáveis: o domínio das competências em negócios, e das competências em pessoas. E a receita para o sucesso? Bom para Duda Melzer a combinação perfeita é o foco nas pessoas e a coragem para expandir os negócios. O papel de um líder é focar na excelência em execução, escolher bem o seu “time”, prestar atenção no perfil de cada pessoa e entender onde e no que cada profissional é bom de verdade, salienta o executivo, que ainda afirma que uma empresa chega a lugares inimagináveis se possuir um time de ponta formado por pessoas apaixonadas pelo que fazem.

Entre as dicas do atual presidente da rede de comunicação da família Sirotsky, está aprender a escutar os mais experientes. Eduardo Sirotsky Melzer refere-se ao tio e ex-presidente do Grupo, Nelson Sirotsky – para o líder do Grupo RBS, ter Nelson Sirotsky por perto é uma vantagem competitiva muito grande, além de ser um privilégio. Segundo o executivo, para se tornar realmente um bom líder, é fundamental entender que não se pode fazer tudo sozinho e, mesmo mantendo um estilo particular de comando, é preciso respeitar o legado dos mais experientes. Ele conta que valorizar as pessoas mais velhas foi uma lição marcante aos 19 anos de idade.

Para Eduardo Sirotsky Melzer também é essencial, na liderança de um empreendimento, ter responsabilidade e compromisso com o crescimento, focar no desenvolvimento, ultrapassar as fronteiras, criar uma identidade, saber mantê-la, ter capacidade de transformação, se adequar às mudanças, à tecnologia, usá-las sempre a favor da evolução do negócio, inovar, estar perto das pessoas, dos profissionais, e dos funcionários que contribuem positivamente e levam pra frente a empresa, tratar todos bem, com respeito e, especialmente, entendê-los.

Ainda é preciso estar bem alinhado com os valores da companhia, ter brilho no olho e sorrir. Além disso, é crucial acreditar na importância do planejamento e na paixão pelo trabalho, bem como realiza-lo com eficiência e intensidade para que o resultado seja sempre o melhor – e, segundo o que avalia, Eduardo Sirotsky Melzer, isto vale para todo mundo, para cada pessoa, e não apenas para empresas, empreendedores ou líderes.