Estado de alerta em SP – Fortes chuvas causam alagamento em vários pontos da capital

O Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da prefeitura, colocou toda a cidade em estado de atenção neste sábado (07/01/17) devido a fortes chuvas causadas pelo calor intenso na capital.

 

No total, foram registrados 8 pontos de alagamentos intransitáveis nas regiões de Pirituba, Freguesia do Ó e Penha. O Corpo de Bombeiros registrou 7 solicitações para remoção de árvores derrubadas pela chuva. O aeroporto de Congonhas, localizado na Zona Sul de São Paulo, operou normalmente.

 

A Zona Norte e a Zona Leste, foram as mais afetadas, chegando a ter córregos transbordados e avenidas interditadas.

 

Na Zona Norte, as avenidas Nossa Senhora do Ó, Zaki Narchi e Ordem e Progresso registraram pontos de alagamento.

Na Zona Leste, as Avenidas Água de Haia e São Miguel ficaram alagadas. Na Avenida Guarapiranga, extremo Sul da Cidade, os carros ficaram impedidos de trafegar.

A chuva, que atingiu a região metropolitana neste sábado, também alagou estações da CPTM. Trens da linha 1-Azul, 5-Lilás do metrô e 12-Safira da CPTM tiveram a velocidade reduzida.

 

Em decorrência das fortes chuvas, a Estação Jardim São Paulo – Ayrton Senna (Linha 1 – Azul do Metrô) precisou ser fechada após as 16:08, devido a uma enxurrada invadir o local. Um vídeo divulgado em redes sociais, mostra o momento em que as catracas, mezanino e áreas de bloqueio são tomadas pela água. Segundo informações divulgadas pelo Metrô, a estação foi reaberta as 18:50, sem o comprometimento das máquinas.

 

Além das chuvas fortes, o CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências) registrou quedas de granizo em alguns pontos da capital. Na Zona Norte, os principais bairros afetados foram Tremembé, Jaçanã, Tucuruvi, Vila Medeiros, Santana, Vila Guilherme, Casa Verde e Vila Maria. Na Zona Sul, observou-se quedas de granizo nos Bairros: Jardim Ângela, Capela do Socorro, Cidade Dutra e Pedreira.

 

Ainda de acordo com o CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências), as chuvas foram causadas pelo forte calor, alta disponibilidade de umidade reforçadas pelo fluxo de ar quente vindo do interior.

 

A previsão para essa semana continua com as características principais do verão: Calor intenso durante o dia e pancadas de chuva à tarde se prolongando para o início da noite. Atenção redobrada ao risco de descargas elétricas, principalmente em regiões descampadas. Segundo o CGE, a mínima deve ficar em torno de 21°C enquanto a máxima pode chegar até os 29° C. A umidade do ar fica em torno de 60% e 95%.

 

Fonte