JHSF – conheça mais sobre a empresa de José Auriemo Neto

A JHSF Participações e seu presidente do conselho administrativo, José Auriemo Neto, chacoalharam o mercado de luxo paulistano. Além das incorporações imobiliárias, a empresa é responsável por projetos voltados para o público de alta renda, como a administração de shopping centers de luxo, residenciais multifunções, hotéis, restaurantes e até administração de um aeroporto executivo.

Conheça um pouco da história da companhia e os diferentes setores em que atua.

Incorporações imobiliárias

A empresa foi fundada em 1972 focada apenas na construção. Ainda com o nome JHS ela foi responsável pela construção de inúmeras edificações em especial na década de 80. Foram construídos prédios residenciais e comerciais, agências bancárias, restaurantes, entre outros empreendimentos. Entre os destaques estão o complexo do Hotel Transamérica Ilha de Comandatuba no estado da Bahia e a pista de provas da General Motors.

O nome passou a ser JHSF após 1990, quando houve uma cisão na companhia e Fábio Auriemo passou a ser o sócio majoritária. O pai de José Auriemo Neto, quando esteve à frente da companhia, manteve o foco nas construções, contudo passou a dar importância a incorporação imobiliária, bem como a construção de edifícios comerciais para locação.

Nesta época foram desenvolvidos empreendimentos como o Metropolitan Office, na Rua Amauri, até hoje considerado um dos pontos comerciais mais importantes de São Paulo.

Centros comerciais

O passo seguinte ocorreu no começo dos anos 2000 o então diretor José Auriemo Neto cria a divisão de shopping centers da JHSF. O primeiro deles foi o Shopping Metrô Santa Cruz, o primeiro do Brasil a integrar shopping e metrô. O empreendimento foi o primeiro “teste” da empresa do que viria a se tornar mais tarde a sua principal área de renda recorrente.

Foram construídos também o Catarina Fashion Outlet, primeiro do país voltado para o público de alto padrão, o Shopping Cidade Jardim também direcionado ao público de alta renda, o Shopping Metrô Tucuruvi vendido em 2016, o Ponta Negra em Manaus, um dos principais centros comerciais da Região Norte.

Residenciais de luxo

O principal deles o Parque Cidade Jardim foi construído no centro de São Paulo, às margens da Marginal Pinheiros. De início Fábio Auriemo foi contra o projeto, mas logo foi convencido por José Auriemo Neto a investir no empreendimento que reúne em um só endereço áreas residenciais, comerciais com escritórios, um shopping center de luxo e um hotel.

A ideia é que os moradores não tenham que enfrentar o trânsito e a insegurança de São Paulo para trabalhar, se divertir e consumir. O Parque Cidade Jardim foi inspirado no Roppongi Hills, edifício multifunções construído no Japão pelo empresário Minoru Mori. O complexo reúne apartamentos, escritórios, restaurantes, lojas e um museu. Sua construção levou 17 anos e foram investidos o US$ 4 bilhões.

Além dele, a JHSF também investiu no residencial Fazenda Boa Vista, no interior de São Paulo. O residencial traz terrenos para a construção de casas de alto padrão; o edifício 815 na Quinta Avenida, na cidade de Nova York, nos EUA; o condomínio Las Piedras, em Punta del Este, no Uruguai, entre outros.

Hotelaria e gastronomia

A empresa de José Auriemo Neto também investe em hotéis de 4 e 5 estrelas. É sócia-majoritária do Grupo Fasano, que administra 4 hotéis e 11 restaurantes divididos entre Rio de Janeiro, São Paulo e Punta del Este. Também a previsão de abertura de empreendimentos em outras cidades do país e da América Latina.