Brasil é o quarto país em número de usuários que acessam a internet

 

De acordo com um relatório feito pela Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD, segundo a sigla em inglês) sobre economia digital, o Brasil está na quarta colocação no ranking mundial em relação ao  número total de usuários que utilizam a internet.

Com o número de aproximadamente 120 milhões de pessoas com acesso à internet, o Brasil está atrás somente dos Estados Unidos, que tem cerca de 242 milhões, da Índia, que possui 333 milhões, e da China, a primeira colocada do ranking com 705 milhões de usuários.

Após o Brasil, finalizam as dez primeiras colocações o Japão, com 118 milhões, a Rússia, que tem 104 milhões de usuários, a Nigéria, com 87 milhões, a Alemanha, que tem 72 milhões, o México, também com cerca de 72 milhões e, em decimo lugar, o Reino Unido, com 59 milhões.

Porém, quando considera-se o total de usuários com acesso à internet em relação à população do país, o desempenho do Brasil é diferente. Segundo informações coletadas pela União Internacional de Telecomunicações (UIT), o Brasil tem cerca de 59% de sua população conectada, índice que fica abaixo do Reino Unido, que tem 94%, o Japão, com 92%, a Alemanha, com 90%, os Estados Unidos, com cerca de 76%, e a Rússia, também com 76%.

Além disso, o México apresentou o mesmo índice do Brasil, enquanto a China e Índia, que possuem mais de 1 bilhão de habitantes, possuem um índice inferior, assim como a Nigéria.

Outro objetivo do relatório da UNCTAD foi avaliar o ritmo de crescimento dos países em relação ao acesso à internet em um período de três anos, entre 2012 e 2015. Nesse aspecto, o crescimento médio do Brasil foi de 3,5%, fica do atrás da Índia, com 4,5%, do Japão, com 4,6%, da Nigéria, com 4,9%, e também do México, com 5,9%.

Por outro lado, nações desenvolvidas como Estados Unidos, Reino Unido e Alemanha possuem um ritmo de crescimento mais devagar do que o Brasil, porém, isso se deve ao fato de que esses países já possuem uma parcela maior de suas populações com acesso ilimitado à internet.