Confira uma rápida retrospectiva da carreira do presidente do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco, dentro da instituição financeira

Natural da cidade de Marília, região Centro-Oeste de São Paulo, Luiz Carlos Trabuco nasceu em 6 de outubro de 1951 e formou-se em Filosofia pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (FFLCH–USP). O executivo também é pós-graduado em Sócio psicologia na Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP).

Acompanhe os principais acontecimentos da carreira do presidente do Banco Bradesco dentro da instituição fundada por Amador Aguiar em 10 de março de 1943 – dos mais recentes aos primeiros anos:

2015 – Luiz Carlos Trabuco já somava seis anos de presidência no banco e consolidou um dos lances mais ousados à frente da companhia bancária – em agosto, o executivo comprou a filial brasileira do HSBC por US$ 5,2 bilhões. Com isso, manteve a instituição financeira na briga pelas primeiras colocações no ranking de ativos.  Foi também em 2015 que Trabuco foi cogitado pela então presidente do Brasil, Dilma Rousseff, para assumir o Ministério da Fazenda – mas ele não aceitou o convite.

2009 – Foi o ano em que o executivo foi indicado pelo conselho de administração para comandar, a partir de março, o banco, que havia acabado de perder a liderança de mercado. O executivo deixou, nesse momento, o cargo de chefe da Bradesco Seguros para assumir o comando da empresa como sucessor de Márcio Cypriano. Nesse ano, Luiz Carlos Trabuco ainda conquistou um lugar na lista das 100 personalidades mais influentes do Brasil, publicada pela revista Época. Trabuco integrou a categoria “Empreendedores & Pioneiros”.

2007 – Luiz Carlos Trabuco completou, neste ano, quatro anos de gestão no comando da seguradora, por conta disso, recebeu, pela segunda vez, o troféu Personalidade de Seguros do Ano.

2003 – Foi quando, além de vice-presidente da companhia, o executivo tornou-se também chefe da seguradora do grupo. Foi nessa ocasião que veio, pela primeira vez, o troféu Personalidade de Seguros do Ano.

1999 – Aos 47 anos de idade e 30 anos de casa, o executivo foi promovido ao cargo de vice-presidente da instituição bancária fundada por Amador Aguiar.

1969 – Ano que marcou o princípio de tudo. Luiz Carlos Trabuco tinha apenas 18 anos de idade e iniciou carreira no Banco Bradesco. Ele começou como escriturário e, com o passar dos anos, foi transitando por áreas como previdência privada e marketing, além de todos os outros escalões de hierarquia.

O banco

Quando começou as suas operações, o Banco Bradesco funcionava com a matriz e mais seis agências, mas sempre valorizou a relação e o contato direto com o cliente – essa foi uma das maneiras que Amador Aguiar, que comandava os negócios nos primeiros anos da instituição, achou para superar a concorrência.

O tempo e as ideias avançadas para cada época transformaram a instituição onde Luiz Carlos Trabuco, hoje, é presidente em um banco de massas – além de pioneira em vários campos.

Em 1946, a companhia bancária passou sua sede de Marília, no interior de São Paulo, para a Capital paulista. Em seguida, de banco regional, a empresa financeira passou a nacional – anexando, ainda, dezenas de outros bancos e instituições financeiras durante toda a sua trajetória.