Zero Hora de Eduardo Sirotsky Melzer é finalista de prêmio de Jornalismo

Com a matéria “Mais velhos e com pouco dinheiro”, que informa o conjunto de desafios econômicos e sociais provocados pelo envelhecimento da população gaúcha, o jornalista Cadu Caldas, que trabalha para o jornal Zero Hora do empresário Eduardo Sirotsky Melzer, foi selecionado entre o grupo de finalistas da premiação Citi Journalistic Excellence Award, que escolheu apenas três brasileiros para essa etapa final. O prêmio para a melhor reportagem vai ser revelado no mês de abril, na cidade se Nova York.

O Citi Journalistic Excellence Award começou em 1982, desenvolvido pelo Citigroup, e tem o intuito de prestigiar os principais talentos do jornalismo em âmbito internacional. O prêmio é considerado uma referência global nesse meio, já tendo sido vencido por mais de 300 jornalistas com especificação em Negócios, Finanças e Economia de diversos países diferentes.

Para a edição de 2017, mais de 100 reportagens escritas por jornalistas do Brasil foram inscritas no prêmio. Destes, a comissão julgadora do Brasil, da qual fazem parte jornalistas, professores e nomes importantes do jornalismo nacional, foi quem selecionou esses três finalistas.

Os ganhadores do prêmio de cada país vão participar de um seminário durante duas semanas na Columbia University, que está entre as melhores faculdades de jornalismo dos Estados Unidos. Durante o período, além de poderem trocar experiências com os outros ganhadores, os vencedores também irão conhecer personalidades de prestígio do mercado financeiro e visitarão várias instituições com sede em Nova York, como o Banco Mundial e o Fundo Monetário Internacional, entre outros.

O reconhecimento em ser indicado para esse prêmio é um dos resultados da política institucional do presidente do Grupo RBS, Eduardo Sirotsky Melzer, que optou por investir na modernização e na melhoria constante do Zero Hora, tudo isso para levar ao público conteúdos interessantes e de máxima qualidade.

Formado em Administração de Empresas pela PUC-Rio Grande do Sul, Eduardo Sirotsky Melzer é neto do empresário Maurício Sirotsky Sobrinho, que criou o Grupo RBS durante os anos 50, sendo assim a terceira geração da família a assumir o controle da empresa.

Com uma carreira de enorme sucesso profissional, como um curso de MBA feito em Harvard e vários anos de experiência trabalhando nos Estados Unidos, Eduardo Sirotsky Melzer atua também como conselheiro de instituições como a Bienal do Mercosul e a Fundação Iberê Camargo. Em 2015, o executivo foi escolhido para participar do Instituto Cambridge for Family Enterprise, que é composto apenas por empresários de sucesso no meio das empresas com administração familiar.

Por todas essas questões, Eduardo Sirotsky Melzer vem fazendo um trabalho muito reconhecido na liderança do Grupo RBS, investindo principalmente no desenvolvimento das mídias digitais da empresa, que são vistas pelo executivo como um dos meios de comunicação essenciais para o futuro. Esse sucesso foi manifestado através dos inúmeros prêmios ganhos pelo empresário no decorrer dos últimos anos, como por exemplo, o prêmio concedido pelo portal Coletiva.net, na categoria Gestão de Marketing/Comunicação de 2015 e também o de Mérito em Administração no setor Privado do ano de 2015.